Dica de Inglês: to nitpick / nitpicker

SLANG: to nitpick e nitpicker

O significado da palavra slang já é conhecido de várias pessoas. Entretanto, essa palavrinha continua sendo bastante questionada em sala de aula. Qual professor nunca passou por uma “saia justa” com perguntas sobre slang e daqueles meio que ‘proibidos’? Pois é! Como não estamos em sala de aula e acreditamos que qualquer slang pode e deve ser aprendido, resolvemos introduzir esse post com a definição dessa palavra, que configura vocabulário tão importante no dia a dia de qualquer estudante de inglês como língua estrangeira.

A palavra slang significa gíria. Ela é tão antiga quanto o ato de falar, pois configura uma linguagem vibrante, excitante, às vezes ofensiva, e quase sempre cômica e divertida. Hoje, a gíria faz parte da linguagem utilizada por praticamente todos os meios de comunicação, como a televisão, o rádio, jornais, revistas, assim como encontrada em livros e ouvida em conversas informais do dia a dia.

Certos autores, Jack Scholes (2004:11)*, por exemplo, afirmam que a diferença entre os falantes fluentes e os não fluentes é justamente o conhecimento amplo e o uso correto da gíria e das expressões coloquiais. Por isso, vamos ao nosso primeiro post com slang pra vocês. Ready?

Se você ouvisse de alguém: Stop being such a nitpicker! O que você entenderia da frase? Bom, antes de falarmos em nitpicker, começamos com o verbo to nitpick.

TO NITPICK

[criticar e preocupar-se com detalhes insignificantes; procurar pelo em ovo]

She’s always nitpicking.

Ela está sempre se preocupando à toa (com coisas insignificantes).

To nitpick, ao pé da letra, significa “pegar lêndeas”. No sentido figurado, designa o ato (desagradável) de concentrar-se em coisas pequenas, principalmente para encontrar erros e/ou falhas. A pessoa que age dessa forma é chamada de nitpicker, ou seja, um pentelho. Retornando então à frase acima:

Stop being such a nitpicker!

Pare de ser um pentelho!

E aí? Are you a nitpicker? Nem de vez em quando? 😉

See you around! Até a próxima dica!

Alexandra.

 

*SCHOLES, Jack. SLANG: gírias atuais do inglês. 1ª ed. São Paulo: Disal, 2004.

 

Veja também:

“Deixar para a próxima” em inglês

Como dizer “jogar conversa fora” em inglês

Sabe como dizer “bater as botas” em inglês?

Dica de Inglês – “Não faça tempestade em copo d’água”

                                       DITADOS e PROVÉRBIOS em Inglês

How do you say “Não faça tempestade em copo d’água” in English? Se você é professor de inglês, provavelmente já ouviu perguntas semelhantes a essa em sala de aula, certo? Os alunos, em geral, sentem bastante curiosidade em relação aos ditados e provérbios em língua estrangeira, e de fato, o uso dos mesmos para mencionar, descrever ou exemplificar situações as mais variadas é comum em todos os idiomas.

Conhecer e utilizar ditados e provérbios em inglês significa interagir no idioma de forma mais natural. E, claro, dominá-los pode contribuir para uma melhor compreensão de diálogos e textos em inglês. E aí? Como dizer “Não faça tempestade em copo d’água” em inglês? Check it out:

Há duas formas de se usar tal provérbio:

Don’t make a mountain out of a molehill.

Don’t sweat the small stuff.

[Não faça tempestade em copo d’água]

Gostou do post? Há algum ditado ou provérbio que você gostaria de saber? Deixe seu comentário e diga-nos! 😉

Alexandra & Strawberrybells.

Veja também:

Como dizer “jogar conversa fora” em inglês

Sabe como dizer “bater as botas” em inglês?

“Marcar a data do casamento” em inglês

Dica de Inglês

Como se diz “jogar conversa fora” em inglês?

 

Hoje em dia, as formas de se “jogar conversa fora” estão mais variadas. Pessoas conversam a todo instante trocando mensagens de texto, usando o MSN, Facebook, Twitter, e diversas outras redes sociais. Mas ainda há aqueles  (como nosso amigo na figura acima) que preferem um bom bate papo daqueles bem informais ao vivo e em cores. Você é um desses?

Em inglês, para se dizer “jogar conversa fora” usamos a expressão shoot the breeze. Outra expressão informal que tem o mesmo significado é chew the fat. Interessante como há várias formas de se dizer a mesma coisa, não é mesmo? Dê uma olhada no exemplo:

“Do you like to shoot the breeze?”

“Yep! I really enjoy spending my Saturday evenings drinking beer and chewing the fat.”

“Você gosta de jogar conversa fora?”

“Sim! Eu adoro passar as noites de sábado bebendo cerveja e jogando conversa fora.”

Gostou? Deixe-nos um comentário e diga se há expressões que você gostaria de saber e ver por aqui, OK? Até a próxima dica! 😉

Veja também o Idiom: TAKE A RAIN CHECK

Veja também o Idiom: NAME THE DAY

Dica de Inglês

Expressão idiomática: TAKE A RAIN CHECK – Teacher, o que significa isso?

Como mencionamos em nosso primeiro post da página Dicas de Inglês, expressões idiomáticas são extremamente utilizadas na língua inglesa. A expressão que apresentaremos nesse post refere-se aos chamados “Idioms” metafóricos que fazem referência à cultura americana. Nesse caso, torna-se mais complicado estabelecer uma equivalência com o português, e os significados não são tão facilmente traduzíveis.                      

O bastante usual take a rain check teve origem no beisebol, esporte bastante popular nos EUA. Lá, quando chove e há uma partida, a mesma é adiada e os torcedores recebem o chamado rain check, em outras palavras, uma espécie de vale que lhes permite assistir ao jogo em outra ocasião. Daí o melhor significado para take a rain check ser “adiar”; “deixar para a próxima”.

Como no exemplo abaixo:

“How about going to the movies on Saturday?”

“I’m sorry. I’m busy on Saturday. Can I take a rain check?”

 

“Que tal irmos ao cinema no sábado?”

“Desculpe. Estou atarefado no sábado. Podemos deixar para uma próxima?”

[FONTE da figura: Bailey, Joe & Igreja, José R. A. American Idioms!: um guia prático e atual de expressões idiomáticas americanas, com os significados e usos. São Paulo: Disal, 2006. pág. 128.]

Veja também os IDIOMS: NAME THE DAY e KICK THE BUCKET

Série de TV

Nosso primeiro “guest post” no Palavras Nossas entra no ar! Agradecemos imensamente à nossa queridíssima (sobrinha/prima/linda) Marina Verçosa de Andrade que nos abrilhantou com sua “review” da série “Smash”. Como ela mesma se descreveu, alguém “unusually and exceedingly peculiar and 
altogether quite impossible to describe…” Wow! Ela não mencionou, mas também é “breathtaking”. Temos certeza de que vocês irão adorá-la, assim como nós. Beijos a todos! Alexandra & Strawberrybells.

Com a produção executiva de Steven Spielberg, Smash, o novo hit da NBC chegou às telas contando com um elenco composto por feras: Anjelica Huston, Debra Messing (“Will and Grace”), Jack Davenport (“Piratas do Caribe”, “Coupling”), Christian Borle (“Legally Blonde: The Musical”) e Raza Jaffrey (“Mistresses”), além das protagonistas Katharine MacPhee (American Idol 2002) e Megan Hilty (“Wicked: The Musical”, “9 to 5: The Musical”).

O time dos sonhos de qualquer show, nos teatros ou estúdios, não acaba por aí: a série, que já possui 15 episódios confirmados, conta ainda com os produtores dos musicais da Broadway “Hairspray” e “Chicago”, e o diretor dos musicais “Spring Awakening” e “American Idiot”, confirmando o peso dos currículos daqueles por trás do show.

A série que estreou em 6 de Fevereiro no Brasil no Universal Channel conta o drama dos bastidores da produção de um novo musical sobre a vida de Marilyn Monroe. No episódio piloto, vemos Hilty e MacPhee lutando pelo papel principal, enquanto aprendemos mais sobre a vida de um dos maiores ícones cinematográficos do Século XX, a “ex”-Norma Jeane Mortensen. Segundo Christian Borle, o motivo de haver uma cortina em frente ao palco é que todo o drama está acontecendo ali por trás.

Para quem gosta de musicais, o show é um prato cheio pelas constantes referências ao cenário da Broadway. As músicas originais do novo espetáculo dividem a cena com canções já conhecidas – como é o caso de Katharine MacPhee cantando “Beautiful”. Há ainda alusões aos filmes ou a outros grandes momentos de Marilyn Monroe, tal qual o famoso parabéns cantado ao presidente Kennedy (“Happy Birthday, Mr. President”), por exemplo. Contudo, o show deve agradar a todos os gostos, já que o musical é apenas uma desculpa para os mais variados enredos que ocorrem dentro e fora dos palcos.

Se você ainda não assistiu à série e é fã de musicais, a dica que deixamos é o trailer abaixo. Após assisti-lo, com certeza você correrá para baixar os episódios que não viu e/ou sintonizará no Universal Channel todas as quartas-feiras às 23h. Uma outra dica é que há repetição do episódio da semana anterior às 22h. Assim, se você perdeu algum episódio ou se simplesmente ADORA repetições de suas séries favoritas… well, “série-maníacos”, divirtam-se!

INFORMAÇÃO BEM LEGAL!!!!

Ainda para os viciados em musicais, no site da NBC (http://www.nbc.com/smash/) encontram-se vários jogos sobre a história da Broadway, diversos musicais e um “finish the lyric“, para identificar a música ao show correspondente. Apenas para passar o tempo, e claro, ficar muito por dentro da série.

(by Marina Verçosa de Andrade)