Dica de Inglês: BE THE APPLE OF SOMEONE’S EYE

BE THE APPLE OF SOMEONE’S EYE

 A maçã do olho de alguém?

 

A expressão to be the apple of someone’s eye, se traduzida ao pé da letra, pode até ficar parecida com “ser a maçã do olho de alguém”, mas seria essa a melhor tradução? Que tal darmos uma olhada na origem da expressão primeiro para depois respondermos melhor à pergunta? 😉

 

Esse Idiom tem origem na expressão the apple of my eye, que é bastante antiga. Apareceu pela primeira vez em um trabalho atribuído ao Rei Aelfred (o Grande) de Wessex, aproximadamente no ano de 885 D.C., ainda em Inglês Antigo (Old English). Embora apareça em várias citações da Bíblia, foi Sir Walter Scott quem se encarregou de fazer com que a expressão se tornasse mais popular após incluí-la em seu famoso romance Old Mortality, em 1816.

Seu significado original vem da ideia de que a pupila dos olhos assemelha-se a uma maçã, daí a mesma ser chamada de “maça do olho” por muitas pessoas. Se pensarmos que a visão é geralmente considerada como um de nossos sentidos mais vitais, começa a fazer sentido utilizar “apple of the eye” ou “maça do olho” como uma metáfora daquilo que nos é mais precioso.

Retornando à questão da tradução, dependendo da frase onde a expressão é encontrada (se referida a alguma pessoa), faz mais sentido traduzir be the apple of someone’s eye como “ser a menina dos olhos de alguém”, ou até mesmo como “ser o favorito de alguém”. Ambas são as traduções mais utilizadas para essa expressão. Deem uma olhada nos exemplos:

                       

Little Mary has always been the apple of her grandmother’s eye.

[A pequena Mary sempre foi a menina dos olhos da avó]

 

His youngest son was the apple of his eye.

[Seu filho mais novo era seu favorito]

Fez sentido, não é?

We hope you have enjoyed and found it useful! See you!

Alexandra.

Dica de Inglês – “Dar com a língua nos dentes”

“DAR COM A LÍNGUA NOS DENTES” – Quem nunca?

Hoje um aluno me perguntou como dizer “dar com a língua nos dentes” em inglês. Para minha surpresa, duas pessoas na turma não sabiam o que tal expressão significa em português. Então, vamos por partes.

Quando dizemos que alguém “deu com a língua nos dentes” em português, queremos dizer que essa pessoa falou algo que deveria ser mantido em segredo, ou seja, algo que não deveria ter sido revelado. Há algumas formas de dizermos isso em inglês. Vejamos as mais usadas:

 

SPILL THE BEANS

[revelar um segredo; deixar escapar um segredo; “dar com a língua nos dentes”]

“Don’t tell Ann that Mark is having na affair – she might spill the beans, you know”, said Tyler to a friend.

“Não conte a Ann que Mark está tendo um caso – ela pode dar com a língua nos dentes, você sabe”, disse Tyler a um amigo.

 

Existe outro Idiom que pode ser usado para dizermos a mesma coisa:

 

LET THE CAT OUT OF THE BAG

[revelar segredo; deixar escapar segredo]

Roger has never been good at keeping secrets. He always lets the cat out of the bag.

Roger nunca foi bom em guardar segredos. Ele sempre acaba deixando escapar.

E aí, gente? Have you ever let the cat out of the bag? Todo mundo já deu uma vacilada e contou algo que não devia a alguém que não podia saber, não é mesmo?

See you!

Alexandra.

Veja também:

Sabe o que é: SELL LIKE HOT CAKES?

Gíria: TO NITPICK / NITPICKER

 

Dica de Inglês

Como se diz “jogar conversa fora” em inglês?

 

Hoje em dia, as formas de se “jogar conversa fora” estão mais variadas. Pessoas conversam a todo instante trocando mensagens de texto, usando o MSN, Facebook, Twitter, e diversas outras redes sociais. Mas ainda há aqueles  (como nosso amigo na figura acima) que preferem um bom bate papo daqueles bem informais ao vivo e em cores. Você é um desses?

Em inglês, para se dizer “jogar conversa fora” usamos a expressão shoot the breeze. Outra expressão informal que tem o mesmo significado é chew the fat. Interessante como há várias formas de se dizer a mesma coisa, não é mesmo? Dê uma olhada no exemplo:

“Do you like to shoot the breeze?”

“Yep! I really enjoy spending my Saturday evenings drinking beer and chewing the fat.”

“Você gosta de jogar conversa fora?”

“Sim! Eu adoro passar as noites de sábado bebendo cerveja e jogando conversa fora.”

Gostou? Deixe-nos um comentário e diga se há expressões que você gostaria de saber e ver por aqui, OK? Até a próxima dica! 😉

Veja também o Idiom: TAKE A RAIN CHECK

Veja também o Idiom: NAME THE DAY

Dica de Inglês – Expressões Idiomáticas (IDIOMS)

Nosso Post começa com uma pergunta para vocês leitores:

Quem já passou pela situação abaixo (ou por uma bem semelhante)?

Um aluno, durante a aula de inglês, vai até o professor e pergunta: “Teacher, o que significa ‘NAME THE DAY’? O professor pergunta sobre o contexto, pois lhe parece ser uma expressão idiomática. O aluno diz que tais palavras “fazem parte de uma música” que ele não lembra o nome, apenas o cantor. O professor então diz que vai checar a “expressão” no dicionário para ter certeza do significado e que lhe responderá na aula seguinte. O aluno agradece, mas ao retornar ao seu lugar comenta com um colega “Ele não sabe!”.

Você (aluno) já passou por isso? E você professor? 

Acreditamos que todos que participam ou participaram de um ambiente de ensino/aprendizagem de línguas já passaram, em algum momento, por uma situação semelhante à essa. “NAME THE DAY” é uma expressão idiomática ou como chamada em inglês, um IDIOM ou IDIOMATIC EXPRESSION. Seu significado é: marcar a data do casamento. Veja o exemplo:

Have you already named the day?

(Vocês já marcaram a data do casamento?)

Muito provavelmente, ao responder ao aluno sobre a expressão na aula seguinte, o professor ouvirá algo do tipo: “Mas casamento não é wedding?” ou “Mas day significa ‘dia’, não é?” Esse é o problema com as expressões idiomáticas. Não se pode traduzi-las ao pé da letra, pois não farão sentido algum.

Idioms ou Idiomatic Expressions (Expressões Idiomáticas) são aquelas expressões que ao serem traduzidas literalmente (palavra por palavra) não fazem sentido. É preciso conhecê-las para saber qual(ais) expressão(ões) em português terá(ão) um sentido semelhante ao sentido em inglês. Outro exemplo é a expressão KICK THE BUCKET. Ao traduzi-la ao pé da letra, tem-se “chutar o balde”; porém, KICK THE BUCKET significa “bater as botas” (ou seja, morrer).

 Veja no exemplo:

His sister kicked the bucket last month.

(A irmã dele bateu as botas no mês passado.)

Bom, o intuito desse Post é mostrar que as expressões idiomáticas são extremamente importantes para aqueles que estão aprendendo inglês como LE e importam-se em falar fluentemente, pois elas são amplamente utilizadas pelos nativos da língua. Cabe dizer também, que as chances de você aprender todos os IDIOMS existentes em inglês são muito pequenas. Daí a necessidade de estar sempre lendo e estudando sobre tais expressões. Viram o porquê de termos essa página de Dicas de Inglês em nosso Blog? Esperamos que vocês tenham gostado da dica! 😉

Alexandra & Strawberrybells.

* Para você que é aluno, fica a dica: seu professor não é um dicionário ambulante! Ele/Ela, com certeza, não conhecerá todas as palavras e/ou expressões que você levará para a sala de aula. Assim como você também não conhece todas as palavras de sua própria língua – o português, certo? Então, “be nice!”

Dicas de Inglês

HELLO, EVERYBODY!

Nessa página, você encontrará dicas sobre o ensino/aprendizagem de inglês como Língua Estrangeira (LE).  Incluiremos diversos assuntos, tais como: os diferentes métodos e abordagens de ensino; as novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC); o “tão odiado” (porém necessário) ensino de gramática; as diversas estratégias de leitura, que tanto auxiliam os vestibulandos; and so on…

Se você é aluno de inglês, tanto no colégio ou em escola de idiomas, certamente você descobrirá coisas realmente interessantes por aqui. Quer um exemplo? Vocabulário. Mas vocabulário daquele que você provavelmente não aprenderia em nenhuma das instituições acima, e que ainda assim é bastante utilizado no dia a dia. Você pode estar se perguntando: “Como assim?” Respondemos com uma pergunta: Você sabe como dizer “DAR A VOLTA POR CIMA” em inglês? E “NA HORA H”? Que tal o provérbio “DEUS AJUDA QUEM CEDO MADRUGA”? Pois é. É esse tipo de vocabulário que incluiremos aqui. Legal, não é?

Se você é professor de inglês,  esperamos deixar dicas valiosas sobre fatos culturais, expressões idiomáticas, “phrasal verbs”, provérbios e ditados populares, e até uma seção especial de #VocabulárioDeSéries, que claro, agrada a maioria de nossos alunos! Não poderíamos deixar canções de fora, não é mesmo? Afinal de contas, todo aluno adora uma “musiquinha” na aula de inglês. Porém, nossas dicas de letras de músicas virão sempre acompanhadas de atividades pedagógicas que possam, de alguma forma, ser encaixadas à certos conteúdos programáticos, além da tradução. Esperamos que nossas ideias possam ser somadas às ideias de vocês tornando as aulas mais criativas e dinâmicas.

Sintam-se à vontade em perguntar, tirar dúvidas, comentar, e claro,

ENJOY!!!

Alexandra e Strawberrybells.